segunda-feira, 19 de junho de 2017

Quebrando cadeias.



"Por volta da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus, e os demais companheiros de prisão escutavam. De repente, sobreveio tamanho terremoto, que sacudiu os alicerces da prisão; abriram-se todas as portas, e soltaram-se as cadeias de todos." (Atos 16: 25-26)

Ah, como é bom orar em tempos de paz, quando tudo vai bem, né? Poder agradecer pelas bençãos recebidas, pelos projetos realizados, pelas conquistas.

Mas, e orar quando as coisas não vão bem? Orar depois de ter apanhado, depois de ter sido jogado em uma prisão e encontrar-se preso injustamente? Acredito que muitos de nós, no lugar de Paulo e Silas, iríamos questionar a Deus. 

"Por que eu estou sofrendo, sendo que estou fazendo a sua vontade?" "Por que o Senhor deixou que isso acontecesse?" "Por que o Senhor não impediu que eles nos bastessem?" "Por que estamos presos injustamente?"

Esse poderia ter sido o pensamento de Paulo e Silas naquele momento tão doloroso, mas eles tiveram uma atitude diferente. Eles resolveram orar e cantar louvores a Deus porque  entenderam que seja na alegria ou na tribulação, Deus sempre continuará sendo Deus e sempre estará no controle de tudo!

Bom, antes de tudo, vejamos porque os dois foram presos...

"Aconteceu que, indo nós para o lugar de oração, nos saiu ao encontro uma jovem possessa de espírito adivinhador, a qual, adivinhando, dava grande lucro aos seus senhores. Seguindo a Paulo e a nós, clamava dizendo: Estes homens são servos do Deus Altíssimo e vos anunciam o caminho da salvação. Isto se repetia por muitos dias. Então, Paulo, já indignado, voltando-se disse ao espírito: Em nome de Jesus Cristo, eu te mando: retira-te dela. E ele, na mesma hora, saiu." (Atos 16:16-18)

Para onde eles estavam indo quando a mulher possessa apareceu? Eles estavam indo para o lugar de oração!

O que podemos entender disso?
A mulher possessa não estava ali por acaso. A intenção do espírito adivinhador, naquele momento, era tirar Paulo e os demais do sério e os impedir de orar a Deus. Paulo entendeu o que satanás estava tentando fazer e por isso usou da autoridade que há no nome de Jesus para expulsar aquele espírito da jovem.

Porém, aquele espírito trazia lucro aos seus senhores, e a partir do momento em que Paulo o expulsa, aqueles que lucravam com as adivinhações ficam furiosos.

"Vendo os seus senhores que se lhes desfizera a esperança do lucro, agarrando em Paulo e Silas, os arrastaram para a praça, à presença das autoridades; [...] Levantou-se a multidão, unida contra eles, e os pretores, rasgando-lhes as vestes, mandaram açoitá-los com varas. E, depois de lhes darem muitos açoites, os lançaram no cárcere, ordenando ao carcereiro que os guardasse com toda a segurança."(Atos 16:19,22-23)

Voltando à nossa questão do início: e se fosse com você? Você conseguiria orar e cantar louvores a Deus na prisão, mesmo tendo sido preso injustamente? Ou será que você nem sequer chegaria a ter sido preso porque não conseguiu expulsar o espírito adivinhador? Ou pior, nem sequer teve a chance de expulsar o espírito adivinhador por que não estava indo para o lugar de oração?
Espero que você possa refletir sobre isso e que você saiba o que fazer quando as coisas parecerem estar desmoronando. Pode ser que seja a chance de você demonstrar sua verdadeira adoração a Deus!

Será que a sua oração e louvor conseguiriam romper as cadeias, sacudir os alicerces e abrir as portas da prisão? Ou será que as suas atitudes como cristão nem chegam a abalar a estrutura daqueles que estão a sua volta? Meu desejo é que, como cristãos, sejamos ousados! Que possamos realmente buscar a santificação e estarmos sempre dispostos a orar e louvar a Deus, independentemente das circunstâncias, para que o nosso louvor possa romper com os alicerces das prisões e que todas as cadeias sejam quebradas e lançadas por terra, em nome de Jesus!

Deus abençoe!
Alessandra Ferreira dos Santos

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Crianças Espirituais



"Durante sua vida na terra, Cristo, em voz alta e com lágrimas, fez orações e súplicas a Deus, que o podia salvar da morte. E as suas orações foram atendidas porque ele era dedicado a Deus. Embora fosse o Filho de Deus, ele aprendeu, por meio dos sofrimentos, a ser obediente. E, depois de ser aperfeiçoado, ele se tornou a fonte da salvação eterna para todos os que lhe obedecem." (Hebreus 5:7-9)

Se Cristo, o Filho de Deus, orou em alta voz, suplicou, chorou na Presença do Pai, jejuou e clamou, o que nos faz pensar que poderia ser diferente conosco? O que nos faz pensar que alcançaremos a presença de Deus sem oração, arrependimento, quebrantamento e sinceridade? Se o próprio Jesus se quebrantou na Presença de Deus, o que nos faz pensar que possa haver um outro caminho até o Pai?

Deus tem ministrado ao meu coração ultimamente, sobre crianças espirituais no meio dos cristãos. Temos sido negligentes em buscar a Deus, temos provado do leitinho espiritual, sendo que já deveríamos estar comendo o alimento sólidos muito tempo. 

Hebreus 5:12-14 diz o seguinte:

"Depois de tanto tempo, vocês já deviam ser mestres, mas ainda precisam de alguém que lhes ensine as primeiras lições dos ensinamentos de Deus. Em vez de alimento sólido, vocês ainda precisam de leite. E quem precisa de leite é criança e não tem nenhuma experiência para saber o que está certo ou errado. Porém a comida dos adultos é sólida, pois eles pela prática sabem a diferença entre o que é bom e o que é mau." (Hebreus 5:12-14) 

Quantos de nós, atualmente, tem agido como criança? Quantos, depois de tanto tempo já deveriam ser mestres, mas continuam tendo que aprender o básico sobre Cristo, sobre a Palavra, sobre a perseverança, sobre buscar a face de  Deus? 

Quantos em nosso meio precisam ouvir da boca de homens, de pastores, profetas, líderes, aquilo que eles poderiam estar ouvindo diretamente da boca de Deus?

Muitos continuam no leitinho, e estão conformados em aceitar o mímimo de conhecimento possível, sem buscar a profundidade dos ensinamentos de Jesus. Muitos acabaram se esquecendo de que Cristo não morreu em vão. Ele veio para nos ensinar algo, que muitos ainda não aprenderam.

Crianças! É isso que temos sido. Nos esquecemos do significado do batismo, da importância de orarmos uns pelos outros, de orar pela cura, pela libertação, de vigiar para não sermos tentados, de suplicar a Deus, de nos quebrantarmos, de permanecermos na fé.

A única coisa que a maioria de nós tem feito é orar e orar pedindo as bençãos de Deus sem perceber quão semelhante essas pessoas tem se tornado com crianças mimadas que só sabem pedir e não fazem nada além disso. 

Deus não quer um exército de crianças, que ainda precisam ser alimentadas com leitinho. Deus quer um exército de homens e mulheres fortes que têm provado do alimento sólido e sabem diferenciar o que bom e o que é mau. 

É necessário a fase de provar o leite, mas essa é apenas uma fase. Conforme o tempo vai passando, a criança precisa se alimentar com alimentos que irão fortalecê-la e a preparar para a vida adulta. 

Jesus entendeu que era necessário obedecer. Jesus entendeu que era necessário orar. Jesus entendeu que era necessário buscar a Deus. Jesus entendeu que ele precisava se alimentar do alimento sólido, que o deixaria forte. Jesus entendeu como deveria se alimentar e diariamente ele buscava este alimento.

E nós, que nos dizemos "cristãos", temos nos alimentado de quê? Será que o leite tem nos bastado ou estamos prosseguindo em conhecer a Cristo, seus mandamentos, suas vontades e buscado o alimento sólido que vem de Deus?
Até quando iremos agir como criança? Meu desejo é que realmente possamos nos levantar como uma geração de homens e mulheres bem preparados para a batalha, fortificados no alimento sólido que vem de Deus e prontos para guerrear!!!

Deus abençoe!
Alessandra Ferreira dos Santos

terça-feira, 23 de maio de 2017

Jesus te ama! Isso te basta?


"Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês." (1 Pedro 5:7). 

"Jesus Cristo me ama e isso basta." Li essa frase a alguns dias e devo admitir que ela faz todo sentido para nós que conhecemos a Cristo. Porém, como anda a vida daqueles que não sabem disso?

Para nós é natural sabermos que o amor do Pai vai além de tudo o que possamos pensar e que Ele em sua infinita bondade escolheu nos amar. Mas algumas (inúmeras) pessoas ainda se sentem sozinhas, sem amor e ainda não desfrutaram daquilo que a presença de Deus pode proporcionar.

Enfim, conversando com Deus sobre o que escrever, Ele ministrou muito forte ao meu coração sobre solidão. E como eu não sabia ao certo sobre o que deveria escrever, pedi a Ele que me mostrasse qual era o seu desejo. Antes de tudo, portanto, vejamos o significado para a palavra solidão, de acordo com nosso amigo Google.

solidão
substantivo feminino
  1. 1.
    estado de quem se acha ou se sente desacompanhado ou só; isolamento.

    "vive na mais negra s."
  2. 2.
    caráter dos locais ermos, solitários.

    "em meio à s. do deserto"
  3. 3.
    local despovoado e solitário; retiro.
  4. 4.
    vasto espaço ermo, sem população humana.

    "s. do mar, da taiga, da floresta etc."
  5. 5.
    sensação ou situação de quem vive afastado do mundo ou isolado em meio a um grupo social.

    "quanto mais gente, maior a sua s."

Lendo o exemplo citado acima "quanto mais gente, maior a sua solidão", Deus me fez refletir novamente. Quantas pessoas estão rodeadas de gente, mas se sentem sozinhas? Quantas pessoas não se sentem seguras? Quantas pessoas estão demonstrando estarem felizes mas por dentro estão desoladas? A solidão é algum muito perigoso! 

Então, de repente surge alguém e diz: "Jesus te ama!". Mas para essas pessoas que se sentem sozinhas, essa frase será apenas mais algumas palavras ditas da boca pra fora. 

Se Jesus as ama? É claro que ama! Como então elas podem provar desse amor? Buscando compreender que a solidão não é o destino para aqueles que conhecem o amor do Pai. Elas precisam passar por uma experiência com o amor.

Muitas pessoas acabam buscando preencher esses vazios que existem dentro de si com as coisas que o mundo as oferece como: festas, drogas, comida, namoros, bebidas, compras, etc.
Elas acabam buscando encontrar nas coisas, o alívio que somente Jesus pode dar para todo esse sentimento dentro delas.

Agora uma questão para você que já conhece o amor de Jesus: Para quantas pessoas vocês tem demonstrado esse amor? Não me refiro a dizer "Jesus te ama" pra todo mundo, afinal, a maioria dessas pessoas ja sabem disso, porém me refiro a realmente demonstrar que Jesus as ama. Quantos abraços você tem dado? Quantos desabafos você tem escutado? Quantas lágrimas você tem enxugado? Quantos pés você tem lavado? Essas pessoas precisam conhecer o amor de Jesus e é através de nós. Essas pessoas precisam ser incentivadas a estarem em intimidade com o Pai e é através de nós. Não por nós mesmos, não para nossa glória, mas por meio de Jesus em nós para a honra e glória do Seu Nome.

Jesus te ama? Amém! Mas que você possa saber que se ele te ama, esse amor precisa ser passado para frente. Ame aos que estão ao seu redor para então acabar com essa multidão de solitários que necessitam de amor.

Para finalizar, gostaria de deixar um som sensacional para vocês. É a música Pulmões do Paulo Nazareth junto com Os Arrais e Marcos Almeida.
Falou fortíssimimo comigo e veio confirmar a palavra do Senhor aos nossos corações. Segue um trechinho pra vocês curtirem. Deus abençoe!
Muito além de mim, maior 
E ainda assim comigo 
Teu amor me encontra até aqui 
Em minha solidão 
E mesmo quando a noite vem 
Seguro estou em ti 
 Pra onde iria sem o teu amor 
Quem sou eu pra questionar? 
Se até o ar que enche meus pulmões Vem de ti e não é meu
Link da música: Pulmões - Paulo Nazareth (feat. Os Arrais, Marcos Almeida)

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Eu prefiro estar só, a sós com você



Você acorda. O dia está lindo. Você se prepara para mais um dia corrido. Você passa pelos outros na rua, diz um “bom dia” e continua andando. Então,  começa a fazer todas as suas atividades corriqueiras. Documentos para organizar aqui, livros para ler ali, casa para limpar acolá, louças para lavar, planejamentos a serem feitos. Enfim, coisas e mais coisas a serem realizadas em um único dia. Você trabalha, trabalha, trabalha. Rodeado de pessoas. O dia inteiro. Passa o tempo e no relógio já está marcando o horário de ir embora. 

 Você se prepara para ir para casa e ao perceber o céu está desabando. Começa a chover. Cadê o guarda-chuva? Bom, não há outra escolha, senão ir embora embaixo do pé-d’água mesmo. 

 Chega em casa, tira aquele sapato apertado e aquela roupa molhada. Tira toda a carga do dia. Toma um banho quente, prepara um chá e de repente você está só e a sós com quem? Com a melhor pessoa que você poderia encontrar. 

Estar a sós com Deus é a melhor coisa possível. Quanto mais você conhece a realidade, mais você anseia por realmente passar um tempo sozinho na Presença do Pai. 

Sabe aquela conversa de pai para filho? Aqueles momentos de intimidade? Você irá desfrutar disso tudo quando aprender a ficar só você e Ele a sós em seu lugar secreto. 

 De repente o mundo para. Você esquece a preocupação da rotina. Você percebe que recebe o maior amor do mundo. Você percebe que Ele estava com você o dia inteirinho. Sim, ele sentiu o sapato apertado. Sim, ele tomou a chuva com você. Sim, ele deu e recebeu um “bom dia” naquela manhã ensolarada. Sim, ele estava ali o tempo todo! 

Se você parar um pouco na sua rotina corrida, você vai perceber que ficar a sós com ele é a melhor escolha que você possa fazer, pois durante o seu dia inteiro, você saberá que o desejo do coração do Pai era estar juntinho com você.

Deus abençoe! 
Alessandra Ferreira dos Santos

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Hora de dormir ou hora de acordar?



O relógio marca 2:30 da manhã. Você permanece acordado, mas e aí dentro: há quanto tempo você dorme?

Quanto tempo você tem dormido e deixado o essencial passar? Quanto tempo você deixou as pessoas ao seu redor falando sozinhas? Quanto tempo você deixou de ouvir o que os outros tem para dizer? Quanto tempo você deixou de comer na mesa com a sua família? Quanto tempo faz que você diz que vai deixar para usar sua melhor roupa, seu melhor sapato e seus melhores talheres para uma ocasião especial? Quanto tempo faz que você deixou de notar que o amor está ao seu redor, que o simples é o que existe de mais sofisticado, que as pessoas são importantes e que enquanto você dorme, a vida continua correndo e escorrendo pelos seus dedos sem que você faça nada? Até quando você continuará dormindo para a dor do próximo? Até quando você continuará dormindo para as promessas que Deus tem te dado? Até quando você continuará dormindo em seu chamado? Até quando?

O relógio marca 2:30 da manhã, você ainda está acordado, mas continua dormindo. É hora de acordar e perceber que enquanto você não se mover, nada poderá ser feito.

Demonstre amor, pregue o evangelho, abrace, ame. Faça tudo isso HOJE! Está na hora de despertar, de ter ousadia, intrepidez e coragem.

"Asseguro-vos que, se vocês se calarem, az próprias pedras clamarão." (Lucas 19:40)

Alessandra Ferreira dos Santos
alessandraferreira04@gmail.com

segunda-feira, 13 de março de 2017

O grande mandamento



"... e com verdade disseste que ele é o único, e não há outro senão ele, e que amar a Deus de todo coração e de todo entendimento e de toda força, e amar o próximo como a si mesmo excede a todos os holocaustos e sacrifícios" (Marcos 12:32-33)

Jesus pregou o amor! Ele não somente o pregou em palavras, como também todas as suas atitudes estavam completamente recheadas de amor. 

Se pararmos um pouquinho para estudar o Novo Testamento, é possível perceber que Jesus tinha ousadia! Ele falava com intrepidez e coragem. Ele tinha certeza do que estava fazendo, porque Ele havia se preparado para que seu ministério pudesse acontecer. 

E você? Tem se preparado para o seu ministério e para os propósitos que Deus tem para você? Você tem amado a Deus de todo coração?

Já parou pra pensar quantas horas Jesus investiu na oração, jejum e meditação para que seu ministério tomasse a proporção que tomou? Ele não se preocupava com que os outros iriam falar (tanto é que, na maioria das curas e milagres que Jesus realizava, ele pedia para que a pessoa fosse embora e não contasse para ninguém), pois estava muito mais preocupado em agradar ao Pai do que os homens. 

Quando os fariseus, escribas e demais homens estudiosos perceberam que Jesus era limpo, puro e santo, eles procuraram um meio de encontrar alguma coisa nele que pudesse o condenar, pois a maneira como Jesus vivia gerava um enorme transtorno no meio daqueles que não o aceitavam.

Então, eles buscavam que em alguma de suas falas, Jesus desse algum deslize para poder ser condenado, porém, Jesus sempre respondia sabiamente. 

Por que? 
Bom, provavelmente porque Jesus conversava muito com Deus e suas respostas não provinham dEle, mas do Pai que agia nEle e através dEle. 

Deus Pai e Deus Filho eram um só! E isso era possível pela INTIMIDADE! Como eu disse anteriormente, Jesus investia tempo em estar com Deus, Ele investia tempo para saber o que era necessário fazer, Ele investia tempo para saber o que falar, pra onde ir e por onde começar. Quando nós, cristãos, agimos dessa maneira, damos total liberdade para que Deus possa tomar o controle da nossa vida e nos dizer o que fazer. 

Bom, recapitulando...
Um dos escribas, vendo que Jesus sempre respondia bem, resolveu lhe perguntar qual era o principal de todos os mandamentos. "E Jesus respondeu: O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o SENHOR nosso Deus é o único Senhor. Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes." Marcos 12:31

O que Jesus quis dizer com isso? Que se você seguir esses dois mandamentos, automaticamente você cumprirá todos aqueles outros citados por Moisés e estará de acordo com a vontade do Pai. Deus não precisa de sacrifícios e nem de holocaustos. Ele precisa de servos que o amem acima de qualquer coisa, que se amem e que amem aos outros como a si mesmos. Precisamos reaprender a amar como Cristo amou. Precisamos entender que qualquer amor que possamos vivenciar nessa terra não pode ser comparado ao amor de Deus.

Em que esfera você tem amado a Deus? É um amor superficial? Um amor raso? Ou um amor profundo, de corpo, alma e entendimento? Reaprenda a amá-lo! Ame-o com todas as suas forças e então, amar aos outros como a si mesmo se tornará consequência desse amor. 

Lembrete: Busque sempre pensar o que Jesus faria se estivesse em seu lugar. Em que momento ele se retiraria da multidão e subiria ao monte para orar? Em que momento Ele iria corrigir em amor? Em que momento Ele iria liberar cura aos que estavam ao seu redor? 

Jesus saberia lidar com a sua situação? Mas é claro que sim! Ele soube lidar com uma cruz por AMOR à você! Pode ter certeza que, o melhor professor para te ensinar sobre o amor se chama Jesus, e Ele se encontra de braços abertos te esperando.

Deus abençoe!
Alessandra Ferreira dos Santos

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Palavras para meu amado



 "O meu amado falou e me disse: Levante-se, minha querida, minha bela, e venha comigo. Veja! O inverno passou; as chuvas acabaram e já se foram. Aparecem flores sobre a terra, e chegou o tempo de cantar; já se ouve em nossa terra o arrulhar dos pombos." Cânticos 2:10-12

Você já se deparou escrevendo frases e mais frases num papel, mesmo sem ter a intenção de mostrá-las para alguém? Escrevê-las simplesmente por escrever, e abrir o coração para tudo aquilo que te deixa indignado, contente, apaixonado, com raiva, feliz ou confuso. É uma sensação incrível descontar seus sentimentos num papel sem vida, o qual passa a viver mais brilhante e mais contente quando entra em contato com a tinta da caneta.

Tudo passa tão rápido, as coisas mudam, as pessoas se transformam, e ao olhar seus escritos esquecidos nas antigas folhas de papel, é possível ver o quanto você amadureceu. Por mais que você não mostre para ninguém, Deus lê cada palavrinha e sentimentos expressos nestes textos e poemas, e cá entre nós, não há ninguém melhor para corrigi-los e alinhá-los do que o Poeta mais experiente do Universo, o qual rima a felicidade apesar das tristezas e nos diz que a maior riqueza encontra-se na simplicidade.

Ele é o Deus dos apaixonados e dá a cada um, a oportunidade de amar e ser amado. Até porque Ele é o próprio amor, e meu querido, posso te garantir que ninguém amou o mundo como Ele nos amou. Ele ama a música, as artes, a poesia, e todo essa infinidade de criações experimentadas pela criatura que busca de alguma maneira agradar o Criador (ainda que alguns o busquem  inconscientemente). Foi Ele quem criou tudo isso, e nós somos apenas meros desfrutadores dessa imensidão toda.

E então, por que não escrever cartas de amor para o próprio Dono do amor? Aquele que nos ama mais do que qualquer pessoa possa imaginar?

Nada mais justo do que dar a Deus, o que é de Deus! Quando o louvamos e o adoramos, estamos declarando que, ainda que venhamos a ter todas as oportunidades para não o fazer, nós escolhemos louvar e adorar porque Ele é merecedor! Nada disso seria capaz, nada existiria, nada teria som, cor ou perfume, se não fosse por Ele!

Já imaginou um arco-íris cinza? Uma gargalhada na qual não se vê risos, mas apenas choro? Um abraço falso? Uma dor insuportável por ver quem você ama indo embora? Uma tristeza ao perceber que tudo está perdido e que as trevas predominaram sobre a luz? Assim seria, se não fosse por Cristo!

Nada mais justo do que gastar cada lágrima, cada riso, cada suor e cada letrinha, para declarar que apenas Deus é o Senhor, que a Sua vontade prevalece e que é Ele o motivo de toda inspiração, já que foi Ele mesmo quem escolheu entregar seu próprio Filho para morrer por amor a nós, para nos permitir vivenciar coisas tão incríveis.

Ele te ama tanto, que escolheu te dar a oportunidade de estar vivo! Pare um minuto e olhe ao redor: Você ainda está respirando, existe alguém que te ama e entregou a própria vida para te salvar, você tem motivos para sorrir, os pássaros continuam a cantar, as flores continuam a crescer, existem pessoas ao seu redor que precisam de você. Deus abriu o caminho, porém, é necessário que você passe por Ele e siga em frente.

O que tem te inquietado? O que tem te feito pular de alegria? O que tem mexido com o seu coração? Experimente pegar a caneta, o papel e contar tudo para Deus! Escreva cartas de amor, demonstre seus sentimentos, suas angústias, alegrias, tristezas, medos e anseios.

Então a maré se acalma, o vento passa, e fica somente você e Ele dançando, coladinhos, a melodia das canções escritas por você num papel sem vida, porém mais vivo do que se pode imaginar!

Deus abençoe! 
Alessandra Ferreira dos Santos